Operação especial recebe tanques blindados doados pelos Estados Unidos no Porto de Paranaguá

Veículos vieram de Galveston, Texas, para serem usados em treinamentos / Divulgação AEN

O Porto de Paranaguá recebeu nesta terça-feira (15/9) uma remessa de 30 tanques blindados, doados pelos Estados Unidos ao Exército Brasileiro. A operação especial foi organizada pela empresa Portos do Paraná, em conjunto com representantes do Comando da 5ª Região Militar e da empresa Marcon Logística Portuária.

Os veículos vieram de Galveston, Texas, para serem usados em treinamento, combate e defesa. A carga chegou no navio Arc Resolve, de bandeira norte-americana, e o desembarque foi iniciado por volta das 9 horas, no berço 215.

“É uma movimentação diferente, planejada pensando no trajeto completo, até o destino final”, explica o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira.

O desembarque foi acompanhado por uma equipe técnica do Exército Brasileiro. “A ideia é que os tanques sejam usados como uma viatura Posto de Comando, que é uma instalação utilizada pelo comandante da unidade”, disse o major Luiz Fernando Albino Silva.

De acordo com o oficial, nesses veículos são desencadeados os comandos para as atividades do grupamento nas mais diversas operações.

O modelo M577 A2 é anfíbio, possui motor diesel de 212 HP e é compatível com os mais diversos tipos de materiais optrônicos, inclusive de visão noturna.

“Devido à sua versatilidade, pode ser adaptado para outras funções tais como ambulância, central de tiro e comunicações”, destaca o major Silva.

Os Estados Unidos costumam doar equipamentos usados a nações amigas, que posteriormente fazem a restauração e modernização, e dão nova vida útil aos tanques.

Somente no Porto de Paranaguá foram recebidos 96 tanques em outubro de 2018 e outros 52 veículos blindados em setembro de 2016. A Portos do Paraná também atende o Exército Brasileiro no recebimento de equipamentos novos vindos da Europa.

Nesta quarta-feira (16/9), 15 carretas especiais farão o deslocamento da carga do Porto de Paranaguá até a capital paranaense, via BR-277. Em Curitiba, todo o equipamento será desmontado, revisado e modernizado dentro dos padrões das Forças Armadas Brasileiras.

Para isso, eles seguem em comboio para o Parque Regional de Manutenção e, posteriormente, para a 5ª Brigada de Cavalaria Blindada.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Londrina Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.