MPPR requer instauração de inquérito policial para apurar oito mortes por Covid-19 em instituição que atende idosos em Londrina

Imagem ilustrativa do novo coronavirus / cecom.unicamp.br/informacoes-sobre-o-coronavirus/

A 7ª Promotoria de Justiça de Londrina, que tem atribuição na Defesa dos Direitos do Consumidor e do Idoso, requisitou ao 5º Distrito Policial a instauração de inquérito policial para apurar as circunstâncias em que ocorreram oito mortes por Covid-19, durante o mês junho, numa Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) do município.

A requisição foi feita com base em fatos e informações constantes em procedimento administrativo instaurado pelo Ministério Público para fiscalizar as medidas necessárias à prevenção do contágio pelo coronavírus em ILPIs de Londrina, bem como em notícia de fato específica sobre a referida instituição em que ocorreram os óbitos.

O Ministério Público do Paraná também encaminhou ofício à ILPI e à Secretaria Municipal do Idoso para que se abstenham de receber mais idosos na entidade, tanto em vagas conveniadas com o Município quanto em vagas particulares, até que seja apresentado relatório técnico da Vigilância Sanitária atestando que a instituição está apta a receber outros residentes.

Em função das mortes e contaminações ocorridas em ILPIs de Londrina, a Promotoria de Justiça já havia requisitado, na semana anterior, que a Secretaria Municipal de Saúde realizasse testes massivos para a detecção de contaminação pelo novo coronavírus nos idosos e colaboradores de todas as Instituições de Longa Permanência para Idosos do Município. Ao todo, há 589 pessoas abrigadas nas 21 ILPIs de Londrina.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Londrina Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.